TERAPIA FLORAL – Contato e harmonia com as leis da alma individual.

afbeelding Dr. Edward Bach
Uma missão humanitária e de amor.

 “É constituído de vibrações eletrônicas, cada átomo e elemento do corpo, cada órgão e organismo possui sua unidade eletrônica de vibração necessária ao sustento e equilíbrio daquele organismo especifico… (na doença) é aquela parte especifica que se torna deficiente em termos de energia eletrônica”. (Thomas Sugrue, There is a River)

Foi o médico inglês Dr. Edward Bach (1886-1936) quem descobriu o sistema floral que leva o seu nome, na década de trinta. Antes de desenvolver os Remédios Florais, Dr. Edward Bach, bacharel em medicina, bacharel em cirurgia, ciências, diplomado em saúde pública, era um bacteriologista e médico homeopata de grande sucesso. Descobriu os sete nosódios, espécie de bactérias intestinais usadas como vacina para prevenir doenças crônicas. (Os setenosódios de Bach, tornaram-se parte firmemente estabelecida da matéria médica homeopática internacional).  Mesmo tendo conquistado vários títulos na profissão médica, Dr. Bach viu-se insatisfeito com os resultados alcançados pela medicina e seus procedimentos experimentais. Estava em busca de uma medicina indolor, sempre às voltas com estudos, pesquisas e indagações. Em suas muitas horas de estudos e analises com os pacientes nas alas de hospitais, percebeu que medicamentos eficazes para algumas pessoas nem sempre atuavam em outras, e que pacientes com temperamento similares se curavam com remédios também similares. Ficou evidente a importância da índole do doente. Concluiu que a personalidade e as atitudes desses pacientes impediam o processo de recuperação e cura. Isso o levou a uma nova forma de diagnóstico, já não baseado em sintomas físicos, mas exclusivamente em estados de desarmonia da alma. Dr. Bach sustentava que a raiz de todas as doenças era o estresse emocional, resultado de um conflito interno entre a Alma e o Ego de uma pessoa, e que o sistema imunológico, que é extremamente sensível às influências emocionais enfraquecia. Aliás, estes conceitos não eram novos, já eram inspirados pelo médico grego Hipócrates (406 – 377 ac), por Paracelso (1493-1541) médico suíço e pelo criador da medicina homeopática o alemão Samuel Hahnemann (1755-1843).

Dr. Bach com uma bagagem enorme de conhecimento e experiência resolveu em 1930, abandonar todas as suas atividades em Londres e foi  buscar na Natureza,  nos campos de Gales, um sistema de cura por ele idealizado. Foi quando fez a descoberta das 38 essências florais tão difundidas em várias partes do mundo e precursoras de vários sistemas florais da atualidade. Encorajados e gratos por esta abertura, pesquisadores de vários paises tem desenvolvido e produzido outras essências florais como na Austrália, no Estados Unidos, no Himalaya, na Holanda, na Nova Zelândia, no Brasil, na França entre outros.

Essências vibracionais:

 Nossos corpos são energia. O corpo humano é simplesmente a energia desacelerada ou condensada, uma rede de magnetismo, sustentando as massas de átomos sobrecarregados de energia.

Hoje contamos com a Bioeletrografia, conhecida popularmente como Foto Kirlian, que comprova a existência de um campo energético mais sutil que compõem os seres vivos. Essa anatomia sutil é tão real quanto nossa estrutura física, só que esta é a matéria densa, palpável, porque vibra em freqüência lenta, enquanto aquela é matéria sutil, uma espécie de corpo luminoso que vibra em freqüência bem mais rápida. Uma energia que em harmonia com o corpo físico, desempenha papel fundamental para a manutenção da saúde.

Podemos ter uma idéia das vibrações dos corpos sutis se  lembrarmo-nos do espectro vibracional da natureza, onde estão incluídas as freqüências baixas, como por exemplo, as acústicas, até as muito altas, como as eletromagnéticas (ondas de rádio e TV), as do espectro de luz visível (do infravermelho ao ultravioleta), as de microondas e muitas outras. As vibrações dos corpos sutis que envolvem o corpo físico também estão neste espectro, e podem ser energizadas pelo fenômeno da ressonância ao contacto com vibrações de mesma freqüência, que, no caso da Terapia Floral, são representadas pelas essências florais.

As flores, consideradas a parte mais evoluída das plantas, que têm na sua essência vibrações correspondentes aos sentimentos da alma humana, em suas ondas harmoniosas de freqüência, restabelecem a harmonia.

“Uma essência é o padrão eletromagnético da planta…. é uma tintura de consciência líquida na qual se encontra armazenada uma força evolutiva, na verdade, a própria força da vida, cuja forma obedece a um padrão especifico”. (Flower Essences and Vibrational Healing)

E como agem as essências florais?

O campo energético que vibram em torno de nosso corpo físico contém uma freqüência especifica e são esses campos, ressoando nessas freqüências especificas que ampliam as virtudes positivas ou princípios que cada ser humano contém dentro de si. As sementes das virtudes existentes em nossos corações, que muitas vezes sofrem interferências causadas por traumas ou crenças limitadoras, são nutridas e germinam através da luz ( qualidade energia do floral ).

Quando surge um conflito entre as intenções da alma e as da personalidade, o campo de energia se deforma, desarmoniza e desacelera desenvolvendo um estado negativo da mente e da alma. Neste caso mais uma vez a natureza vem em nosso socorro, o uso de plantas medicinais para restabelecer  a saúde e o bem estar do ser humano já é usado e vem sendo estudado há milênios e a natureza amplia ainda mais seu poder de interação com o ser humano na forma das essências florais. Onde flores não tóxicas de plantas de uma ordem mais elevada, através de um processo alquímico natural que envolve os quatro elementos; a maturidade da planta através da terra e aro fogo representado pelo sol que liberta a alma da planta; e a água de fonte natural como veiculo de concentração desta energia vital, se transformam em remédios para a alma humana. As essências atuam como notas musicais, ajudando a amplificar e expandir as freqüências e qualidades superiores que já existem em cada um de nós, trazendo novamente o equilíbrio e a harmonia para nossas vidas.

Elas ajudam na transformação e transmutação da raiva em amor, a inatividade em ação, a fraqueza em força, a duvida em compreensão, a ignorância em sabedoria, a impaciência em perdão, o egoísmo em serviço verdadeiro, o medo em coragem e o pesar em alegria.

A meta desta maravilhosa terapia é garantir a saúde e o bem estar de cada indivíduo em sua totalidade.

“A saúde é nossa herança, nosso direito. É a completa e total união entre Alma, Mente e Corpo e isto não é um ideal longínquo e difícil de alcançar, mas tão simples e natural que muitos de nós o negligenciamos”. Dr. Edward Bach – 1930.

Com estas informações, espero ter conseguido elucidar um pouco mais a respeito desta maravilhosa terapia.

Abraços,

Gleise

Anúncios
Marcado com: , , , , ,
Publicado em Terapias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: