Imaturidade emocional facilita a dependência

Marionete

Fique atento à sua responsabilidade emocional!

Quando desenvolvemos nossos talentos e potenciais, fortalecemos a autoconfiança, que vai se aprimorando de acordo com o nosso crescimento.

Mas nem sempre é tão simples assim. Quando o compromisso em ser melhor é comparado ao de outros e não ao seu próprio, criamos um parâmetro fora da realidade, pois somos seres únicos com capacidades e habilidades distintas.

Mecanismos como o medo de errar, autopiedade, culpa e idealismos frustrados são prejudiciais para a autoconfiança.

Quem não confia em si mesmo, dificilmente terá uma relação de confiança com outros.

Tendo como característica  a  falta de autoconfiança, bem como a dúvida em relação a sua própria capacidade de viver de modo independente, as personalidades emocionalmente dependentes apresentam insegurança e são facilmente seduzidos.

“É uma tirania encarregada de construir nossa prisão interior mediante alianças com o medo, passividade, negação da realidade e sentimentos de culpa.

Torna-se parte do caráter e se nutre de circunstâncias desafortunadas ocorridas na infância do indivíduo.

A dependência emocional se manifesta no comportamento afetivo, sexual, profissional, social e até econômico.”

(texto “La Tirania Interior”, Carlos e. Climent)

A dependência encontra na fragilidade emocional uma oportunidade para se instalar. 

A dificuldade de lidar com frustrações pode gerar um ser dependente de algo ou alguém, sucumbindo a hábitos nocivos, vícios incontroláveis e destrutivos, que mascaram, disfarçando a necessidade de afeto que grita dentro de nós. 

Formas de compulsão como drogas, álcool, tabaco, jogo, comida, sexo e relacionamentos  inadequados, são fontes físicas e afetivas utilizadas em uma tentativa de superar um estado de imaturidade emocional que facilita a dependência.

A dependência emocional é o medo da liberdade e se caracteriza por comportamentos submissos, falta de confiança, dificuldade em tomar decisões, inabilidade para discordar e expressar opinião e ainda por um temor extremo ao abandono, separação e solidão.

“A dependência emocional mostra uma pessoa fragilizada, fraca e carente, gerando muitos desequilíbrios em qualquer tipo de relacionamento.” (Rosemeire Zago)

Todo processo de cura começa com a verdade que vem da alma, da razão e do coração.  A verdade sobre a própria vida, sua história e suas perdas, o diálogo interno. É preciso descobrir quem somos para atingir o equilibrio. Buscar autoconhecimento é a única maneira de desenvolver nossas potencialidades e expressar o melhor de nós, afastando assim o fantasma da dependência emocional.

Um grande abraço,

Gleise

Anúncios
Marcado com: , , ,
Publicado em Auto Conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: